Santo André divulga selecionados para Fundo Municipal de Cultura

 Comissão selecionou 40 das 145 propostas inscritas; aprovados receberão total de R$ 349.159,81

 Santo André, 18 de junho de 2020 – A Prefeitura de Santo André divulgou a lista dos projetos selecionados no edital nº 02.10.2019 para a obtenção de apoio com recursos do Fundo Municipal de Cultura. Das 145 propostas inscritas, foram selecionadas 40. Elas receberão R$ 349.159,81 do total de R$ 350 mil destinados pelo edital.

 O processo é importante iniciativa da Secretaria de Cultura, com participação da sociedade civil, por meio do CMPC (Conselho Municipal de Políticas Culturais), para fortalecer a produção cultural da cidade.

 De acordo com os responsáveis, a aprovação das intervenções selecionadas está condicionada à formalização do aceite pelos proponentes em revisar o plano de trabalho e a execução das ações em atendimento às diretrizes relacionadas ao isolamento social e os protocolos sanitários vigentes durante a pandemia da Covid-19.

 A Secretaria de Cultura oportunamente entrará em contato com os selecionados para solicitação de documentação complementar e revisão dos planos de trabalho cuja execução seja impactada pelas restrições impostas pelo período de isolamento social.

 Para a secretária de Cultura, Simone Zárate, o resultado da seleção de projetos contemplados pelo Fundo de Cultura representa mais do que um alento neste momento de dificuldades na área cultural.

 “É a materialização de uma longa discussão com a sociedade civil, através de suas representações no CMPC (Conselho Municipal de Políticas Culturais)”, comentou. A secretária destaca ainda o fato de os 40 projetos selecionados representarem cerca de R$ 350 mil injetados como fomento à produção cultural andreense.

 A relação completa de selecionados pode ser conferida em http://www3.santoandre.sp.gov.br/agendacultural/resultado-do-fundo-de-cultura/

 Importância – A viabilização deste edital significa mais uma vitória para a produção cultural andreense. Reativado em 2014, o Fundo de Cultura representa a construção de instrumentos de destinação de recursos e seleção mais adequados às realidades da cidade, construídos através de uma ampla discussão conjunta entre a sociedade civil e o poder público.

 O resultado são políticas públicas que expressaram de forma mais autêntica as expectativas e a realidade local. Elas trouxeram avanços e inovação em relação às seleções anteriores em aspectos como o conceito ampliado de cultura, a descentralização das ações, o atendimento a áreas vulneráveis e a ampliação da participação.

 “Nos tempos atuais, imprimir aos mecanismos de financiamento público uma perspectiva que articula as diversas dimensões da cultura, que valorize o capital simbólico, que alcance os menos atendidos, que respeite as diversas expressões e modos de vida são feitos de grande relevância”, finaliza a secretária.

| Texto: Daniela Mian

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui