Gravação de
Gravação de "Dois pra lá, dois pra cá" - Cia Grite de Teatro. (Foto cedida por representantes de projetos contemplados na Lei Aldir Blanc: Gravação de ‘Dois Pra Lá, Dois Pra Cá’, Cia Grite de Teatro. Crédito: Kleber di Lázzare).

A aplicação dos recursos provenientes da Lei Aldir Blanc (14.017/20) tem movimentado a produção cultural em São Caetano do Sul. Grupos, coletivos e artistas independentes têm ganhado espaço e visibilidade nas mídias digitais, fazendo circular a economia criativa na cidade.

Segundo o secretário municipal de Cultura, João Manoel da Costa Neto, “além de prover renda aos trabalhadores do setor cultural, o auxílio nos possibilita ofertar oportunidade do exercício do fazer artístico, que ficou totalmente impedido pelas medidas de isolamento social e, sobretudo, poder levar aos munícipes, por meio da internet, conteúdo cultural aos seus lares neste momento delicado para as famílias.”

As atividades entram no ar nas redes sociais da Secult (Secretaria de Cultura): facebook.com/agendaculturalscs, instagram.com/secultscs e youtube.com/secultscs, e no Mapa Cultural: mapacultural.saocaetanodosul.sp.gov.br/projeto/3845. São diversas opções de música, teatro, debates, cursos e workshops online, tudo de maneira interativa e gratuita.

Presença de Palco

A presença de palco tem sido uma experiência gratificante para muitos dos participantes. Mesmo sem público, em respeito às medidas sanitárias e de distanciamento social impostas para o enfrentamento da Covid-19, grande parte dos artistas do município tem a oportunidade de desenvolver o seu potencial criativo, apresentando seu talento, mesmo que para uma plateia virtual.

A equipe técnica, formada por produtores, técnicos de som, de iluminação, cenógrafos, entre outros profissionais, que muitas vezes acompanha esses artistas, também tem se mantido na ativa por força do incentivo da lei federal de apoio à cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui